Sorocaba na Fase de Transição: veja o que pode abrir

Notícias
17/04/2021
Foto: Agenda Sorocaba

Matéria atualizada no dia 08 de maio de 2021, às 09:03

Sorocaba está em que fase? No dia 16 de abril, o Governo do Estado de São Paulo anunciou novas restrições para conter o aumento de casos, internações e mortes em decorrência do coronavírus.

Segunda a nova classificação do Plano São Paulo, Sorocaba e todo o Estado de SP avançam da Fase Vermelha para a Fase de Transição. No dia 28/04, em novo anúncio do Governo do Estado de SP, foi anunciada a prorrogação da Fase de Transição, com horário estendido para comércios e serviços, até o dia 9 de maio.

Uma nova prorrogação da Fase de Transição foi anunciada no dia 07/05 e agora valerá até o dia 23/05;

No período de 08 a 23 de maio, além dos estabelecimentos comerciais (shoppings e lojas), podem funcionar as atividades ligadas ao setor de serviços como restaurantes e similares (lanchonetes, casas de sucos, bares com função de restaurante), salões de beleza e barbearias, atividades culturais, clubes e academias. É permitido o funcionamento entre 6h e 21h, com capacidade de ocupação limitada a 30%.

toque de recolher, das 21h às 5h, foi mantido nesta fase. Escritórios continuam com a recomendação de teletrabalho (home office) e os cultos religiosos presenciais continuam proibidos.

Veja abaixo as restrições da Fase de Transição:


▾ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▾

fase de transicao setores 08 de maio

A fim de evitar aglomerações, a capacidade de ocupação permitida nos estabelecimentos na fase de transição será de 30%.

O toque de recolher continua em vigência em todo o Estado, das 21h às 5h, assim como a orientação para o teletrabalho para as atividades administrativas não essenciais e escalonamento de horário na entrada e saída das atividades do comércio, serviços e indústrias. A próxima atualização do Plano SP acontecerá a partir do dia 1 de maio.

Todos os protocolos sanitários e de segurança para os setores econômicos estão disponíveis no site saopaulo.sp.gov.br/planosp

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

 


ir para o topo

Enviar