Dia do Cinema Nacional: 8 filmes para prestigiar o cinema brasileiro

Listas
17/06/2020
Foto: Central do Brasil | Europa Filmes
Texto de Isabela Dantas

Comemorado no dia 19 de junho, o Dia do Cinema Nacional é celebrado no país desde 1898. A data se dá em homenagem ao cinegrafista e diretor brasileiro, Afonso Segreto, que registrou a primeira filmagem em território nacional.

Após este marco, as produções brasileiras se desenvolveram e criaram obras clássicas e contemporâneas, além de grandes artistas que representam a nossa sétima arte.

E claro, para aproveitar esta data, o Agenda indica oito filmes para prestigiar o cinema brasileiro e maratonar com a família! Prepara a pipoca e bora lá:

1. Cidade de Deus

Indicado ao Oscar, o filme de Fernando Meirelles narra o dia a dia da favela carioca, entre o crime organizado e a violência policial.

Através do olhar de Buscapé (Alexandre Rodrigues), que tem o sonho de ser fotógrafo, o longa retrata a história de vários personagens desde os tempos de infância, inclusive de seu amigo Dadinho, que logo se torna Zé Pequeno (Leandro Firmino) e passa a ser um bandido perigoso e líder do tráfico local.

Onde assistir: Amazon Prime, iTunes.

2. Hoje Eu Quero Voltar Sozinho

Baseado no curta-metragem “Eu Não Quero Voltar Sozinho”, o filme de Daniel Ribeiro conta a história de Leonardo (Guilherme Lobo), um adolescente cego, que tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência.

O cotidiano do menino e sua forma de ver o mundo ganham novos contornos com a chegada de Gabriel (Fabio Audi) na cidade, que faz com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade.

Onde assistir: Netflix, Google Play.

3. O Doutrinador

O filme de ação, drama e suspense, dirigido por Gustavo Bonafé, é baseado na série de quadrinhos criada por Luciano Cunha. A adaptação traz para as telonas o agente federal Miguel (Kiko Pissolato), que após experimentar um trauma, parte para uma jornada pessoal de vingança, assumindo a identidade de um vigilante mascarado.

O “Doutrinador” faz justiça com as próprias mãos exterminando políticos corruptos, e seu maior objetivo é combater uma quadrilha de políticos e bandidos que tomaram a frente da política brasileira e passaram a governar o país pensando apenas em seus próprios interesses.

Onde assistir: Globoplay, Telecine, Google Play, iTunes, Looke.

4. O Auto da Compadecida

Baseado na peça teatral de Ariano Suassuna, o Auto da Compadecida é um clássico filme nacional, que bateu o recorde de bilheteria em 2000, ano que foi lançado.

O filme narra as aventuras dos amigos João Grilo (Matheus Nachtergaele) e Chicó (Selton Mello) no sertão nordestino, na cidade de Taperoá na Paraíba. Os amigos inseparáveis tentam sobreviver à fome e à pobreza, usando a inteligência, a esperteza e o bom humor para contornar os problemas.

Onde assistir: Globoplay, iTunes, Microsoft Store.

5. Central do Brasil

Indicado ao Oscar, o drama conta a história de Dora (Fernanda Montenegro), uma mulher de meia-idade cansada, que escreve cartas para analfabetos na estação Central do Brasil, no Rio de Janeiro.

Entre os relatos que ela transcreve, surge Ana, que gostaria de escrever uma carta com seu filho Josué (Vinícius de Oliveira), um garoto de nove anos, que sonha encontrar o pai que nunca conheceu.

Na saída da estação, Ana é atropelada e Dora, mesmo não sendo a favor, acaba acolhendo o menino e o levando para o interior do Nordeste, à procura do pai.

Onde assistir: Telecine, iTunes.

6. Bingo – O Rei das Manhãs

O filme é uma biografia inspirado na vida de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo no programa matinal exibido pelo SBT durante a década de 80.

Cheio de ironia e humor, o filme também retrata o universo dos bastidores da televisão brasileira, e relata a frustração de Barreto ao se tornar famoso pelo personagem porém que jamais poderá ser reconhecido por sempre estar fantasiado. A frustração leva Arlindo a se envolver com drogas, chegando a utilizar cocaína e crack nos bastidores do programa.

Onde assistir: HBO Go, Google Play, Looke, Microsoft.

7. Como Nossos Pais

O drama brasileiro faz uma reflexão sobre a pressão e a culpa que são gerados em torno das mulheres nas relações familiares.

Rosa (Maria Ribeiro), 38 anos, é uma mulher que se encontra em uma fase peculiar de sua vida, marcada por conflitos pessoais e geracionais: ao mesmo tempo em que precisa desenvolver sua habilidade como mãe, manter seus sonhos, seus objetivos profissionais e enfrentar as dificuldades do casamento, Rosa também continua tendo conflitos com sua mãe Clarice (Clarisse Abujamra).

Onde assistir: Netflix, iTunes, Looke.

8. Entre Nós

Isolados numa casa de campo, jovens amigos decidem escrever e enterrar cartas destinadas a eles mesmos, para serem abertas dez anos depois. Porém, após uma tragédia ocorrida no mesmo dia, os amigos ficam dez anos sem se reunir.

O reencontro traz à tona antigas paixões, novas frustrações e um segredo mal enterrado.

Onde assistir: Globoplay.


E aí, curtiu as dicas? Quer indicar algum filme também? Deixe sua sugestão nos comentários e bora maratonar.

ir para o topo

Enviar