Sorocaba permanece na fase Laranja do Plano São Paulo

01/08/2020
Foto: Agenda Sorocaba

A prefeita Jaqueline Coutinho reuniu a imprensa no final da tarde desta sexta-feira (31) para lamentar o fato de Sorocaba não ter avançado à Fase Amarela do Plano São Paulo de retomada das atividades econômicas no estado.

“Tínhamos a expectativa de poder passar à Fase Amarela , pois o município já sinaliza uma estabilização nos óbitos por Covid, com a nítida sensação de que estamos no platô”, acentuou a prefeita que, horas antes, havia manifestado aos secretários de Desenvolvimento Regional e Econômico do Estado, Marco Vinholi e Patricia Ellen, respectivamente, a preocupação com uma avaliação especifica da situação de Sorocaba. “Tivemos uma reunião do Comitê Municipalista onde os quinze prefeitos se posicionaram, mas achei importante deixar claro que Sorocaba precisa ser vista de outra forma”, reiterou referindo-se ao fato de desejar que a economia volte a girar localmente.

Acreditando que a cidade já poderia alçar outro nível de atividade econômica, a prefeita enfatizou as dificuldades que os setores produtivos estão passando e que resvalam, inevitavelmente, nos cofres municipais. “Todos estão sofrendo. Sorocaba já sente o desemprego, empresas estão falindo e a arrecadação cai vertiginosamente. Nós precisamos dessa retomada, com critérios para a coexistência da manutenção do ciclo produtivo, com a garantia da saúde da população”, disse.

Coletiva de imprensa na última sexta (31/07) | Foto por Alexandre Lombardi

A expectativa da prefeita a levou, inclusive, a reuniões com alguns setores nesta semana buscando apoio e cooperação para a garantia da segurança com um possível aumento tanto do período de funcionamento quanto de outros setores, como da alimentação e beleza. Jaqueline lembrou que dos novos horários de atendimento do comércio local, que pode abrir aos sábados, no caso das lojas de ruas, e também aos domingos, para os shoppings, mantendo as quatro horas diárias de funcionamento. “Lamento que não consigamos estender aos demais setores essa abertura, mas enquanto legalista que sou, tenho que seguir e manter os preceitos legais, evitando uma reprimenda jurídica caso vá contra aquilo que o Plano São Paulo estabelece”, enfatizou.

Novo decreto dá alternativa para comércio de rua que poderá funcionar, ainda com horário reduzido de no máximo quatro horas diárias, de segunda a sábado, das 9h às 13h ou das 10h às 14h,  e abre para os shoppings as atividades aos domingos.

Fonte: SECOM Sorocaba

 

ir para o topo

Enviar