Retorno dos Teatros: Conheça as medidas de segurança

As atividades culturais só são permitidas após a região ficar ao menos 28 dias consecutivos na Fase Amarela

25/09/2020
Foto: Divulgação
Texto de Carol Fernandes

Desde o dia 5 de setembro, Sorocaba e outras cidades da região podem receber eventos, convenções e atividades culturais. A medida contempla, inclusive, os espetáculos teatrais. Para o retorno, os teatros devem cumprir uma série de medidas de segurança.

Conforme estabelecido pelo Plano São Paulo, as atividades culturais só são permitidas após a região ficar ao menos 28 dias consecutivos na Fase Amarela, como ocorreu em Sorocaba.

Os espaços que receberão as peças teatrais devem respeitar a ocupação máxima limitada a 40% da capacidade de público do local. Além disso, devem controlar o acesso, ter hora marcada e assentos marcados. Também devem ser adotados protocolos gerais, como o uso obrigatório de máscara, e setorial específico.

Os ingressos dos eventos culturais podem ser vendidos em bilheterias físicas, desde que respeitem os protocolos sanitários e de distanciamento. Já as atividades com público em pé estão proibidas.

A expectativa para o retorno é grande para Yara Napoli, empreendedora artística de Itu (SP). Para ela, as pessoas devem começar a frequentar mais os espaços culturais pós-pandemia.

“Acredito que hoje a visão das pessoas em relação às artes tem uma outra perspectiva de valorização da cultura. Afinal, ficamos meses dentro de casa consumindo filmes, novelas, livros…Tudo feito por artistas!”, conta Yara.

Embora ainda não tenha recebido orientação da Prefeitura de Itu sobre o retorno, Yara acredita estar preparada para iniciar as medidas no teatro quando houver a liberação.

“Dentro do Teatro Yara iremos disponibilizar ao público álcool em gel na entrada, bilheteiros e técnicos com os EPIs necessários também. O público só permanecerá no teatro com a mascara facial”, afirma.

Experiência drive-in

Desde o início de setembro, o teatro de Yara faz apresentações de espetáculos em drive-in. “A experiência com certeza é diferente de apresentações em teatros fechados, mas é especial da mesma forma. Ao invés de aplausos, recebemos buzinas”, explica.

Para fazer os espetáculos acontecerem em drive-in, Yara conta que está se adaptando aos procedimentos de saúde e segurança. As medidas incluem o uso constante de luvas e máscaras para a equipe técnica e contrarregra, que são os profissionais responsáveis pela mudança dos cenários e figurinos.

Musical “Mamma Mia” foi uma das atrações apresentadas no Drive-In Cultural, em Itu | Foto: Isabela Romanatto

O mesmo vale para os bailarinos, que utilizam máscaras faciais. Já os atores usam o faceshild, que é um escudo protetor facial. Além disso, cada um dos artistas traz a própria maquiagem para o procedimento.

Os procedimentos estão presentes, também, na organização do eventos. “Antes de firmar a parceria, verificamos se o organizador cumpre as mesmas medidas indicadas pela Organização Mundial de Saúde”, afirma.

Para mais informações sobre os espetáculos teatrais, acompanhe Yara Produções Artísticas nas redes sociais.


ir para o topo

Enviar