Parques, Jardim Botânico e Zoo têm capacidade de público alterada com novo decreto

03/12/2020
Zoológico Municipal Quinzinho de Barros
Foto: Divulgação

Os Parques, Jardim Botânico e Zoológico de Sorocaba têm capacidade de público alterada com o novo decreto a partir desta sexta-feira (4), por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema). O limite de visitantes do zoo será de 1.200 pessoas por dia. Nos demais parques, o limite será de 650 pessoas por dia.

A decisão é válida, além do Parque Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros” e Jardim Botânico “Irmãos Villas-Bôas”, para o Parque Natural “Chico Mendes”, Parque Natural Ouro Fino, Parque da Biquinha, Parque da Água Vermelha “João Câncio Pereira” e Parque Municipal de Corredores da Biodiversidade (PNMCBio) “Marco Flávio da Costa Chaves”.

O decreto coloca a cidade dentro das regras estabelecidas para a Fase Amarela do Plano São Paulo, em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Incluindo a redução na ocupação dos espaços de 60% para 40%.

Até então, o zoo estava com limite de 2 mil pessoas por dia e os demais parques com o limite de 1 mil pessoas por dia. Importante ressaltar que não será possível a entrada de visitantes após as unidades atingirem a sua capacidade de público.

Já a visita ao Parque da Biodiversidade pode ocorrer de terça a domingo, das 9h às 17h, mediante agendamento pelo e-mail parquedabio@sorocaba.sp.gov.br.

Medidas de prevenção

De acordo com a Sema, todos os parques continuam sem a realização de atividades presenciais de Educação Ambiental. Assim como não são autorizadas outras atividades coletivas em nenhum desses espaços.

Todos devem cumprir os procedimentos de higienização e distanciamento social. Minimizando assim o risco de exposição do público, dos funcionários, bem como da biodiversidade local ao novo coronavírus.

Entre as exigências do protocolo estão o uso de máscara em todos os ambientes dos parques e o distanciamento social de 1,5 metro entre as pessoas. Totens com álcool gel são disponibilizados em pontos estratégicos e a recomendação é que as pessoas mantenham suas mãos limpas frequentemente. Outra solicitação é que os visitantes levem sua própria água e evitem usar os bebedouros.

Alguns espaços estão fechados por questão de segurança, como os recintos do micário, do aviário, do serpentário e do ouriço do zoológico e os quiosques do Parque “Chico Mendes”. Além disso, os playgrounds do Parque da Biquinha, Parque “Chico Mendes” e Parque da Água Vermelha estão isolados e não podem ser utilizados pelos visitantes.

Também houve aumento da frequência de limpeza e desinfecção dos banheiros dos parques. Banners e placas foram instalados para orientar os visitantes a respeito dos protocolos de saúde e segurança.


ir para o topo

Enviar