Deficientes permanentes e pessoas com comorbidades de 40 anos ou mais, além de idosos, profissionais da Saúde e adultos com Síndrome de Down recebem vacinação contra a Covid-19 nos dias 1 e 2 de junho

27/05/2021
Foto: Prefeitura de Sorocaba

A Prefeitura de Sorocaba realizará, nos dias 1 e 2 de junho (terça e quarta-feira), a vacinação da primeira dose da Astrazeneca/Oxford em deficientes permanentes (que recebem BPC) e pessoas com comorbidades de 40 anos ou mais.

Idosos de 60 anos ou mais, profissionais da Saúde e adultos com Síndrome de Down (acima de 18 anos), que ainda não se imunizaram com a primeira dose, também poderão agendar a vacinação.

Serão disponibilizadas 13.200 vagas por sistema de agendamento, sendo 1.200 para profissionais da Saúde.


▾ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▾

A vacinação ocorrerá nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs): Escola, Wanel Ville, Éden, Barcelona, Maria do Carmo, Nova Sorocaba, Ulisses Guimarães, Sorocaba I, Aparecidinha, Paineiras e Laranjeiras, das 8h às 16h.

O agendamento on-line estará disponível a partir das 18h desta quinta-feira (27) e poderá ser acessado pelo link: www.sorocaba.sp.gov.br/cadastrovacina .

Para as pessoas que não têm acesso à internet ou auxílio para o agendamento on-line, é possível ir até a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima.

Às pessoas com deficiência permanente de 40 anos ou mais, será obrigatório apresentar o comprovante do recebimento do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC).

Os pacientes com comorbidades de 40 anos ou mais e adultos com Síndrome de Down deverão apresentar relatório médico.

Poderão se vacinar os seguintes profissionais que atuam nos serviços de Saúde: assistente social; biólogo; biomédico; cirurgião dentista; cozinheiro e auxiliares; enfermeiro, técnico ou auxiliar de enfermagem; farmacêutico; fisioterapeuta; fonoaudiólogo; médico; médico veterinário e seus respectivos técnicos e auxiliares; motorista de ambulância; nutricionista; odontólogo; pessoal da limpeza; psicólogo; profissional de educação física; recepcionista; segurança; sepultador; técnico em laboratório de análises clínicas e terapeuta ocupacional, além de outras profissões da área da Saúde.

É obrigatória a apresentação de documento que comprove atividade profissional em estabelecimento de saúde.

Relação de comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde:

• Doenças cardiovasculares
• Insuficiência cardíaca (IC)
• Cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito) e hipertensão pulmonar
• Cardiopatia hipertensiva
• Síndromes coronarianas
• Valvopatias
• Miocardiopatias e pericardiopatias
• Doença da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas
• Arritmias cardíacas
• Cardiopatias congênitas no adulto
• Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
• Diabetes mellitus
• Pneumopatias crônicas graves
• Hipertensão arterial resistente (HAR)
• Hipertensão arterial – estágio 3
• Hipertensão arterial – estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo e/ou comorbidade
• Doença cerebrovascular
• Doença renal crônica
• Imunossuprimidos (transplantados; pessoas com HIV; doenças reumáticas em uso de corticoides e pessoas com câncer)
• Anemia falciforme e talassemia maior (hemoglobinopatias graves)
• Obesidade mórbida
• Cirrose hepática


ir para o topo

Enviar