4 tendências de empreendedorismo na engenharia, arquitetura e tecnologia

26/08/2020
Conteúdo oferecido por Facens

Todo negócio nasce da soma de duas variáveis: uma boa ideia e iniciativa. O empreendedor acredita que seu negócio é capaz de transformar a realidade e, dessa forma, parte para a ação. É hora de tirar a ideia do papel!

Os próximos passos envolvem muitos estudos, análises, testes e o cálculo das possibilidades. Dos pequenos detalhes, até a hora de colocar a mão na massa, tudo precisa ser muito bem planejado para que o negócio evolua da melhor forma possível.

Os profissionais da engenharia, arquitetura e tecnologia estão familiarizados com esses processos e, por isso, encontraram no empreendedorismo um universo de possibilidades.

Aqui estão alguns exemplos de negócios independentes em que profissionais dessas áreas podem atuar e obter sucesso.

Consultoria

Um serviço que vem sendo muito procurado por diversas áreas, a consultoria impacta de forma positiva nas empresas, principalmente quando o objetivo é reduzir custos, promover mudanças e agilizar processos.

Para as áreas da engenharia, tecnologia e arquitetura não é diferente. O profissional qualificado pode ofertar aquilo que o contratante não possui: o conhecimento e experiência necessária para o sucesso da empresa.

Gestão de projetos, recursos, conhecimentos específicos, soluções otimizadas e inovação. Para isso, é muito importante que o profissional esteja atento às novas tecnologias, novas demandas e, é claro, sempre somando experiências.

Própria empresa

Ter a própria empresa é o sonho de todo empreendedor.

Com ela, você pode oferecer soluções inovadoras para o local em que vive e impactar de forma positiva na vida de milhares de pessoas.

Para isso, é preciso identificar as necessidades do local e como solucioná-la, através da experiência adquirida.

Estudos de mercado, pontos fracos, pontos fortes, oportunidades e ameaças são tópicos estratégicos e que precisam ser analisados.

Profissionais da engenharia, tecnologia e arquitetura tendem a ser pessoas mais analíticas e ótimas para calcular as possibilidades. Dessa forma, abrir o próprio negócio seria um desafio muito prazeroso e, com certeza, de sucesso.

Serviços especializados

Na época de faculdade a gente sempre tem aquela matéria favorita, não é mesmo?

Nela, nós vamos além da sala de aula e colocamos a mão na massa: cursos, projetos, visitas infinitas aos laboratórios. Isso faz parte de um processo de especialização e essa afinidade com determinado tema pode ser transformada em negócio.

O mercado dos serviços especializados ainda está em crescimento e oferece muitas oportunidades para os que se aprofundam na expertise em temas das engenharias, tecnologias e arquitetura. Com certeza uma ideia que vale se analisada.

Parcerias internacionais

Alguém já falou para você sobre a importância de uma boa rede de contatos? O network pode te abrir grandes oportunidades, inclusive em lugares fora do país.

Com um mundo cada vez mais conectado e sem barreiras, as parcerias internacionais crescem a cada dia e só tem a agregar ao seu negócio.

Um fornecedor mais em conta, parcerias em projetos ou até mesmo uma filial no exterior são possibilidades para àqueles que possuem contatos internacionais e empreendem com eles.

Empreender vai muito além de “abrir um negócio”. Tal ação está ligada, diretamente, com o acreditar que você pode impactar, da melhor forma, a vida de muitos e também, se realizar profissionalmente.

Se você ainda não pensou nessa hipótese, conheça a história da Larissa Solano, aluna de Engenharia Mecânica na Facens e inspire-se! Larissa vive um mundo de possibilidades e sabe que, com uma boa formação e muito hands-on, ela escolhe o caminho que quer trilhar.

Com muito trabalho e dedicação, nós sabemos que esse caminho, com certeza, será de sucesso!


ir para o topo

Enviar