Inovação para aprimorar pessoas: Conheça a Athon Ensino Superior

Notícias
02/03/2021
Conteúdo oferecido por Athon Ensino Superior

A Athon Ensino Superior (Aprimoramento e Transformação Humana Orientados aos Negócios) foi construída em parceria com os professores e nasce de uma identidade e cultura organizacional muito fortes, pautadas na proximidade dos docentes e alunos.

Essa construção, conforme o diretor acadêmico da instituição, Maurício Marra, tem o objetivo de fortalecer o vínculo acadêmico e trazer mais liberdade para criar, inovar e acompanhar as transformações do mercado. 

“Sempre tivemos muita convicção em trazer novidades para os alunos, tais como os eventos Media Point, Maratona, Semana de Negócios, Semana de Direito Constitucional, SCIETEC, entre outros. Para incentivar ainda mais esse potencial entre alunos e professores, a partir de agora, todas as decisões serão tomadas de modo bem mais ágil. Passamos a ter uma cadeia de decisão e estrutura mais enxutas, que dependem apenas de autorizações internas. Isso foi decisivo para todas as inovações que vinham sendo gestadas há algum tempo, serem, agora, implantadas”, reforça.

O que de inovação vem com a Athon?

A ideia é que a instituição de ensino seja ainda mais atuante na comunidade de Sorocaba e região com a ampliação das parcerias.

Para se ter uma ideia, a escola já trabalha hoje junto à Associação Comercial de Sorocaba, Procon, Eko Digital e Rede Bandeirantes de Comunicação, APEX/PEIEX (Governo Federal) entre outros. Também apoia, em conjunto com outras instituições de ensino, o grupo de promoção da Região Metropolitana de Sorocaba, a APL de Energias Renováveis e ainda é a única instituição parceira do Mercosul na região.

Na busca de oferecer aos alunos uma visão ampla e atualizada de mercado, a Athon também estrutura parcerias com empresas e organizações de ponta. E é justamente com esse espírito que a instituição pretende consolidar seu ciclo de formação universitária, pautado na aproximação com o mercado e no profissional do futuro.

“Nossa preocupação não se limita em atender a demanda atual. Olhamos para o que vai acontecer daqui 5 ou 10 anos. Os jovens que hoje estão conosco, estarão inseridos no mercado que vai acontecer no futuro. Esse é o nosso olhar. Não podemos prepará-los apenas para atuar no cenário de agora. Temos que lhes mostrar para onde sua atuação os levará nas próximas décadas.”

Outro projeto já colocado em prática é o conceito de expertise ampliada –  que significa trazer para a faculdade uma discussão permanente com as empresas mais inovadoras do país.

Flexibilidade acadêmica é mais uma resposta às mudanças do mercado

Para o diretor acadêmico da instituição, Maurício Marra, a flexibilidade acadêmica e a resposta imediata às mudanças do mercado são alguns dos principais diferenciais  que indicam o foco de inovação da Athon.

“Nosso curso de Jornalismo, por exemplo, idealizado em Sorocaba, foi pensado para impulsionar os profissionais dessa área para muito além das redações tradicionais. O resultado disso é que esse curso se diferenciou das faculdades tradicionais e conquistou nota cinco junto ao MEC, tendo sido elogiado pelos avaliadores por sua carga de inovação”, lembra.

As boas ambições, porém, não param por aí.

Conforme Marra, a dinâmica da Athon permitirá implementar novos cursos rapidamente como uma resposta ao mercado e aos alunos que precisam acelerar seus conhecimentos nas áreas escolhidas.

“Estamos atentos ao que está acontecendo no mundo e queremos trazer essas mudanças para dentro da sala de aula. A Athon significa uma resposta aos anseios quanto à inovação no processo de formação acadêmica e profissional. Até o fato de desejarmos nos tornar, em breve, um Centro Universitário, exemplifica essa afirmação”, complementa.

E como aliar o processo de inovação às exigências do MEC?

O setor de educação é extremamente regulamentado e a Athon recebe instruções e portarias do MEC com frequência. Segundo o diretor acadêmico, sempre que possível, a instituição implanta os processos para ganhar agilidade nas ações e projetos, sem nunca esquecer de oferecer uma formação que faça sentido e responda às necessidades do mercado.

“Embora a nossa missão seja formar profissionais para o mundo, haja vista a quantidade de ex-alunos trabalhando no exterior, formamos pessoas para o mercado. Não oferecemos cursos simplesmente por querer um portfólio imenso ou por estarem na moda. Queremos cursos que tragam reais oportunidades de trabalho para os nossos alunos e supram as demandas das empresas e organizações do entorno”, finaliza.


ir para o topo

Enviar