100% da primeira remessa de vacinas são aplicados em profissionais da saúde em Sorocaba

9.280 doses vindas do Estado foram integralmente aplicadas em trabalhadores da saúde

Notícias
26/01/2021
Foto: Divulgação

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde (SES), contabilizou, na segunda (25), 100% de aplicação das 9.280 doses da vacina contra a Covid-19, vindas na primeira remessa entregue pelo governo do Estado.

A administração municipal está no aguardo de receber dois novos lotes de vacinas, via Estado, com um total de 7 mil a 20 mil doses, o que está previsto para ocorrer ainda nesta semana.

A primeira leva foi priorizada aos trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus. Todas as doses foram distribuídas às Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Unidades de Urgência e Emergência, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), além dos hospitais públicos e privados da cidade, informa a Vigilância Epidemiológica.

“Todas as vacinas recebidas foram utilizadas na imunização dos grupos prioritários, como dose inicial, pois o Estado se comprometeu em enviar, posteriormente, a quantidade necessária para a segunda dose”, explica o secretário da Saúde, Dr. Vinicius Rodrigues.

Tão logo Sorocaba receber mais doses da vacina, elas serão repassadas de imediato às instituições de saúde, para que deem continuidade à imunização desses profissionais.

“Chegando a Sorocaba esse novo lote de vacinas, a partir de três horas depois, as doses já estarão disponíveis nos pontos para vacinação”, adianta o secretário.

Até a próxima semana, conforme liberação pelo Estado, todos os profissionais da saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 deverão receber a primeira dose. Depois, serão atendidos os demais trabalhadores da saúde, até que se complete o número total de 23 mil profissionais da área, aproximadamente.

Protegidos os profissionais da saúde com a segunda dose e, conforme houver novas liberações pelo Estado, depois será iniciada a vacinação em idosos, com atendimento de forma escalonada, conforme cronograma do Programa Nacional de Imunização.


ir para o topo

Enviar