SESI-SP Editora lança versão exclusiva da coleção Monteiro Lobato

Disponível como e-book, a versão conta com ilustrações de artistas do Brasil, Portugal e Argentina

Cultura
12/05/2020
SESI-SP Editora Monteiro Lobato
Foto: Ilustrativa | Pixabay

A SESI-SP Editora lançou a coleção Monteiro Lobato com exclusividade na versão em e-book. Os primeiros títulos que chegam ao mercado, por meio de uma parceria com a Amazon Brasil, já estão em pré-venda no site (acesse aqui). O lançamento oficial acontece no dia 15 de junho deste ano.

A coleção reúne os títulos “Aventuras de Hans Staden”; “O poço do Visconde”; “A reforma da natureza”; “Reinações de Narizinho (vol.1 e vol.2)”; “Viagem ao céu”; “O saci” e “Dom Quixote das crianças”.

Os diferenciais da Coleção Monteiro Lobato preparada pela SESI-SP Editora incluem a multiplicidade de leituras possíveis e tratamento estético. Para tanto, o projeto gráfico foi desenvolvido pela premiada e experiente designer Raquel Matsushita.

Outro ponto de destaque são as ilustrações feitas por grandes artistas, que contribuem para a leitura infantojuvenil e que apresentam um novo olhar para personagens que continuam a encantar e surpreender os leitores brasileiros de diversas gerações.

Coleção reúne obras do autor das fantásticas histórias para crianças do Sítio do Pica-Pau Amarelo | Foto: Divulgação

Ilustrações com um novo olhar

Além de ilustradores brasileiros, como Psonha e Eloar Guazzelli, esta coleção tem a participação de ilustradores de Portugal e da Argentina, os quais proporcionam um novo olhar sobre a obra de Monteiro Lobato, já que não haviam sido expostos anteriormente ao imaginário do autor.

Jorge Mateus, José Saraiva, David Penela e Cátia Vidinhas são os ilustradores portugueses que dão vida às obras “O poço do Visconde”, “A reforma da Natureza”, “Viagem no céu” e “O saci”, respectivamente. Já Anabella López, ilustradora argentina, do título “Aventuras de Hans Staden”.

Quanto aos textos, a SESI-SP Editora optou por mantê-los no formato original de Monteiro Lobato. Na coleção, uma apresentação feita pela pesquisadora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Tâmara de Abreu, relembra que é preciso situar a obra de Lobato no tempo e no espaço, auxiliando o leitor a compreender o momento em que ela foi produzida.

Confira outras listas e matérias do Agenda Sorocaba (acesse aqui).

ir para o topo

Enviar