Seis dicas de atividades educativas e culturais para as férias escolares em casa

Cultura
13/05/2020
Foto: Museu do Futebol de São Paulo | Divulgação

As férias escolares foram antecipadas em muitas instituições de ensino e, neste momento, a programação para os dias em casa será diferente. Umas das principais medidas preventivas contra o novo Coronavírus (COVID-19) é o isolamento social. A quarentena limitou as opções de lazer e atividades ao ar livre, mas, por outro lado, motivou a criação de diversas iniciativas culturais e educativas on-line.

“Estamos em casa há cerca de 50 dias e reinventar-se todos os dias tem sido uma constante em nossas vidas, desde então. Imaginem, agora, férias com confinamento em casa, junto com a família toda! Haja imaginação e reinvenção para não passarmos por esse período entediados, estressados e coisas assim”, comenta a educadora Élide Martins Rodrigues, diretora do Objetivo Sorocaba unidade Portal.

Mesmo nos dias livres, por meio dessas ações, é possível continuar aprendendo e adquirindo novos conhecimentos e, ao mesmo tempo, se divertindo. As atividades estimulam o raciocínio, a criatividade e o desenvolvimentos de diferentes habilidades, contribuindo, assim, para a ampliação do repertório cultural. A programação contribui, ainda, para estreitar os laços entre pais e filhos e colabora para a formação de ambos. “Em nossas vidas pré-pandemia, passávamos cerca de duas a três horas, por dia, juntos. Hoje, estamos 24 horas juntos. É uma grande oportunidade de compensar a vontade de estar com nossas famílias”, frisa Élide.

Há opções voltadas a pessoas de todas as idades. “Felizmente, este momento nos traz possibilidades muito diferentes, é claro, de fazermos algumas coisas inusitadas, com o apoio da tecnologia, como assistir a shows, peças, musicais e afins. Se não podemos ir até eles, eles vêm até nós”, diz a educadora.

Museus podem ser visitados virtualmente e é possível aprender a tocar aquele instrumento musical que você sempre quis pela internet, com aulas ministradas por músicos profissionais. Peças teatrais também podem ser assistidas on-line, no conforto do lar. Além disso, pais e responsáveis podem aprender, juntamente com os seus filhos, a confeccionar brinquedos com materiais disponíveis. O momento é propício, principalmente, para aprender coisas novas. Neste sentido, os cursos à distância e webinários são alternativas viáveis para os jovens e adultos que desejam se aprimorar e conhecer assuntos variados. “Para não nos tornarmos reféns, única e exclusivamente, de passarmos as férias na internet, temos ainda a possibilidade de investir em atividades para diversificar o prazer de estar com quem amamos e fazer algo divertido e agradável com eles”, pondera.

Para todos aproveitarem as férias da melhor maneira possível, educadores do Objetivo Sorocaba listaram sete dicas de atividades educativas e culturais para serem realizadas em casa. “Há muitas possibilidades. Todas elas exigem empenho e disponibilidade de tempo de quem estiver em casa. Mas, pensemos que serão férias inéditas, históricas e que ficarão em nossas memórias, com certeza”. Confira e escolha as atividades que você e sua família irão fazer:

1 – Espetáculos de dança

Assistir a um espetáculo de dança pode aliviar todas as tensões geradas pela atual situação, proporcionando um momento prazeroso em família. Por meio da dança, os bailarinos expressam todas as suas emoções e vivências, convidando o público a também liberar seus sentimentos.

A tradicional companhia brasileira de dança contemporânea Grupo Corpo disponibilizou, na plataforma on demand Vimeo, os vídeos de diversas apresentações do elenco. Para prestigiar os espetáculos, é preciso acessar o site: https://vimeo.com/grupocorpo e alugar os vídeos por US$ 5, cada.

Na plataforma, estão disponíveis os números 21 (Live Performance 2018), Leucona (Live Perfomance 2016), Bach (Live Perfomance 2017), Gira (2017), Triz (2013), Leucona (2004), Parabelo (1997), Ímã (2009), Sem Mim (2011), O Corpo (2000) e Benguelê (1998).


2 – Peça de teatro

Ensinar história por meio de uma divertida peça de teatro. Essa é a premissa do espetáculo “Mary e os Monstros Marinhos”, disponível gratuitamente também no Vimeo. A encenação conta a trajetória da famosa paleontóloga Mary Anning, que viveu na Inglaterra no início do século 19. Oriunda de família pobre, Mary teve de começar a trabalhar aos 12 anos de idade. Entre os percalços enfrentados, a paleontóloga encarou tempestades e deslizamentos de terra, a fim de realizar grandes descobertas.

Ela estudou anatomia por conta própria, dissecando répteis na cozinha de sua própria casa. A partir de suas pesquisas, a cientista conseguiu montar o primeiro esqueleto de ictiossauro (gigante monstro marinho do período dos dinossauros). A trama retrata a vida repleta de aventuras de uma mulher inteligente, corajosa e determinada.

Para assistir ao espetáculo, basta acessar: https://vimeo.com/340548768


3 – Visitas virtuais a museus

Já pensou em visitar o Museu do Futebol, situado no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, mais conhecido como Pacaembu, em São Paulo, mas sem sair de casa? Agora, a história do esporte mais famoso e popular do Brasil, bem como curiosidades sobre essa modalidade e de alguns dos seus principais representantes, podem ser conhecidas pela internet. O museu liberou, na plataforma Google Arts & Culture, 14 exposições virtuais. As mostras estão disponíveis no site: https://www.museudofutebol.org.br/pagina/exposicoes-virtuais. Já, para quem desejar conhecer cada parte do museu, como se estivesse pessoalmente lá, os tours virtuais pelo Google Street View serão incríveis! Para o passeio digital, é só clicar em: https://maps.app.goo.gl/sT5saQBmYB5K2AYm8.

Reprodução | Museu do Futebol

Também há uma ótima opção de visita virtual para os apreciadores de arte. A Pinacoteca de São Paulo, museu de artes visuais mais antigo da cidade, igualmente pode ser conhecida pela web. No tour on-line, os visitantes prestigiam obras de artistas nacionais e internacionais, de diversos movimentos artísticos, como Almeida Júnior, Lasar Segall, Di Cavalcanti, Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, dentre outros.

A experiência culturalmente enriquecedora pode ser vivenciada pelo link: http://www.iteleport.com.br/tour3d/pinacoteca-de-sp-acervo-permanente/.


4 – Produção artesanal de brinquedos

Os pais também podem, junto com os filhos, criar brinquedos muito divertidos e exclusivos, incentivando as crianças a serem criativas e inovadoras. A Tilibra, em parceria com a empresa Bolofofos, tem promovido, nas redes sociais da marca de itens escolares, ateliês digitais para os pequenos. E o melhor: com materiais fáceis de encontrar, geralmente disponíveis em todas as casas. Intitulado “Em casa com Tilibra”, o projeto ensina as crianças a confeccionar diversos brinquedos, a exemplo de câmera fotográfica, instrumentos musicais, kit de utensílios médicos, uma livraria e diversos outros.

Reprodução | Tilibra

As oficinas acontecem no Instagram (@tilibra_oficial), no Facebook (Tilibra) e no blog da marca (blog.tilibraexpress.com.br/emcasacomtilibra). Os materiais e o passo a passo para a produção dos brinquedos estão disponíveis nesses canais.


5 – Aprendendo a tocar instrumentos musicais

Você sempre sonhou em saber tocar um instrumento musical, mas nunca teve tempo para fazer aulas? Agora, é possível realizar esse desejo de maneira muito prática, assistindo aos tutoriais divulgados pelo site Cifra Club.

Nos vídeos, músicos profissionais ensinam a tocar diversos instrumentos, do nível iniciante ao avançado. Há aulas de violão, guitarra, baixo, bateria, teclado, cavaco, gaita, flauta, piano, sax, viola caipira e violino.

Para começar a praticar, é só acessar https://www.cifraclub.com.br/aprenda/, selecionar o instrumento desejado e acompanhar os vídeos.

Guitar Minions GIF - Find & Share on GIPHY


 

6 – Curso de Libras

Para uma sociedade mais inclusiva, além de falar diferentes idiomas, é importante saber comunicar-se com todos, inclusive com os surdos e deficientes auditivos. Justamente por isso, a Língua Brasileira de Sinais (Libras) é reconhecida como língua oficial do país desde 2002.

Para os interessados em aprender Libras, o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) disponibiliza, gratuitamente, o curso para estudantes cadastrados no sistema. As aulas acontecem na plataforma Saber Virtual. Quem ainda não tem cadastro deve acessar o site (https://www.loginsso.ciee.org.br/login/saber_virtual), inscrever-se e selecionar o curso de Libras.

 


 

Mais informações podem ser obtidas pelo site: www.objetivosorocaba.com.br

A Unidade Centro do Objetivo Sorocaba fica localizada na Rua Arthur Gomes, 51, Centro, telefone: (15) 3332-9900; a Unidade Portal fica na Rua Romeu do Nascimento, 777, Jd. Portal da Colina, telefone: (15) 3331-7200 e a Unidade Norte está na Avenida Itavuvu, 4.115, Santa Cecília, telefone: (15) 3332-9855.

Fonte: Objetivo Sorocaba 

ir para o topo

Enviar