Escambo Sorocaba: Grupo no Facebook promove trocas de produtos e serviços

Cultura
14/09/2020
Foto: Ilustrativa | Divulgação
Texto de Carol Fernandes

Que tal ter a oportunidade de desapegar de itens de uma maneira fácil e sem custo algum? Essa é a proposta do Escambo Sorocaba, grupo no Facebook que promove trocas de produtos e serviços entre os participantes.

Sucesso entre os sorocabanos, com mais de 20 mil participantes, no grupo é possível encontrar trocas que vão desde mudas de plantas até serviços em salões de beleza. Vendas, porém, não são permitidas. Mas as interações não param por aí: após as trocas, os participantes costumam publicar fotos e relatos satisfeitos com os itens “escambados”.

Quem acompanha tudo isso de perto é Paulo Galindo da Cunha, artista que dá vida ao palhaço Fusquinha de Porta Aberta. Ele é o idealizador e administrador do Escambo Sorocaba, grupo que criou em maio deste ano para que pudesse trocar itens com outras pessoas.

Para o Fusquinha de Porta Aberta, a experiência como responsável pelo grupo é de “amor e ódio”. Isso porque, segundo ele, recebe várias reclamações do comportamento de outros membros, mas também muitas mensagens de agradecimento. “Eu não esperava que fosse ser tão forte na vida das pessoas”, disse.

É o caso da dona de casa Silvana Marcondes, filha da idosa Branca Dias Marcondes. Através de uma troca no grupo, Silvana conseguiu uma bicicleta ergométrica para que sua mãe, de 84 anos, pudesse voltar a fazer exercícios.

De acordo com ela, desde o início da pandemia Branca estava impossibilitada de ir à fisioterapia, o que piorou o condicionamento físico da idosa. “Somos consumidores, e passamos a ter sempre algo em bom estado que não está sendo usado. E pode ser feita uma grande troca!”, afirmou Silvana.

Emocionada, Silvana agradeceu no grupo pela criação do Escambo Sorocaba | Foto: Arquivo Pessoal

Outra participante ativa no grupo é a fotógrafa Bruna Russo, que já fez mais de cinco trocas. O primeiro escambo foi de uma impressora por um capacete para andar de moto e, desde então, ela não parou mais de trocar.

“Me interessei por entrar pela possibilidade de ampliar círculos de amizade, negócio e por ser algo novo. Fiquei curiosa!”, explicou a fotógrafa.

Reinvenção na pandemia

Muito além do Escambo Sorocaba, Paulo Galindo da Cunha é palhaço e malabarista profissional há 13 anos. O artista enfrenta diretamente, com a pandemia da Covid-19, um dos momentos mais complicados para o setor cultural no país.

Para superar a crise, Paulo criou junto com a esposa o perfil Pão de Amor, onde divulga os alimentos que vende nos bairros de Sorocaba. “Esse período tem sido duro e difícil. Tivemos que nos reinventar e começamos a trabalhar com pães caseiros e bolos”, disse.

Paulo, o palhaço Fusquinha de Porta Aberta, durante apresentação no Parque das Águas | Foto: Reprodução Facebook

Sobre o futuro do grupo no Facebook, o Fusquinha de Porta Aberta pretende abrir para patrocinadores e anúncios. Além disso, o artista quer organizar grandes encontros de escambo após o fim da pandemia da Covid-19.

O Escambo Sorocaba é um grupo público no Facebook. Para participar, basta acessar a página e pedir para entrar no grupo.

ir para o topo

Enviar