Taça Baltazar Fernandez – a liga amadora de futebol em Sorocaba - Posts | Agenda Sorocaba

Taça Baltazar Fernandez – a liga amadora de futebol em Sorocaba

Lazer
13/09/15
Na várzea, toda partida é bem disputada. Foto por Josué de Lima / Portal Linha42
Texto de Caio Saviolo

Domingo, dia 30 de agosto, acordei cedinho e fui até o bairro do Éden, mais especificamente na Arena Tigrão, com meu amigo Josué de Lima, do portal Linha 42, para acompanhar uma partida da várzea do futebol sorocabano. O jogo entre Sport Sorocaba (mandantes) e União Laranjeiras (visitantes) era válido pela terceira rodada da Taça Baltazar Fernandez, campeonato que conta com nada mais nada menos que oitenta equipes.

O número de times cadastrados só mostra o tamanho do envolvimento que esses campeonatos conseguem atrair com os moradores da cidade. Com quase nenhum apoio comercial ou muito pouco, as equipes praticamente pagam para estar em campo todas as semanas e jogam um futebol que só tem cara de pelada. Pois quando a bola começa a rolar pode apostar que a parada por lá é bem séria e ninguém quer perder.

varzea-1

Foto por Josué de Lima / Portal Linha42

 

Nesse dia, os jogadores penaram com um calor de 28º e não foi nada fácil estar em campo. Ao chegar à Arena Tigrão, encontramos um grande número de vacas, sim o animal de fazenda, acompanhando a partida. Não sei se por causa da temperatura, ou do futebol apresentado nesse dia, todas elas foram embora durante o jogo. Momento inusitado. Isso faz parte da várzea… Sem glamour, e sim original.

Toda aquela movimentação por trás da partida que acompanhamos em jogos oficiais não existe na várzea, quem organiza são os próprios times. Eles que levam as bolas inclusive, e sem zoeira, que curte futebol sabe o custo alto disso tudo. É realmente uma movimentação e a valorização deveria ser maior. Tanto que além dos jogadores, moradores dos bairros que cercam os campos comparecem em massa nas partidas para prestigiar os times e celebrar o esporte.

varzea-2

Foto por Josué de Lima / Portal Linha42

 

Como em qualquer jogo, a vida de árbitro também não é nada fácil. No futebol profissional um xingamento ou outro passa despercebido às vezes, já na várzea não tem jeito. Ter sangue frio nessas horas é um teste para se transformar em Buda. Mas o mais legal de tudo, que apesar de todas as discussões, da agressividade que rola durante os noventa minutos, após o apito final todos são amigos e as rivalidades são deixadas para trás. Diferente do profissional.

Nesse dia, o Sport venceu a partida por 3 a 0, com um gol de Thomas e os outros dois do zagueiro Japa, fazendo a festa dos moradores que acompanhavam a partida. O jogo foi bastante pegado, com jogadas violentas, muita discussão, como se fosse realmente uma partida com o mesmo peso de Campeonato Brasileiro.

varzea-4

Diversão em família. O futebol de várzea é assistido por todas as idades. Foto por Josué de Lima / Portal Linha42

 

Vale lembrar que é muito importante apoiar o esporte amador. Eles por muita vezes têm um carinho, respeito, organização e engajamento muito maior que o esporte profissional e por outro lado, não recebem quase nenhum apoio institucional. Por isso é legal você acompanhar, prestigiar e ajudar na medida do possível. Todos saem ganhando e a vida desses campeonatos só aumenta. Confira quem joga no seu bairro esse final de semana.

 

 

Este texto não representa as opiniões do Agenda Blog