Retrospectiva esportiva em Sorocaba: 2017

Esportes
22 dez 2017

Divulgação

Por Felipe Carvajal

Mais um ano está acabando e muita coisa aconteceu no esporte sorocabano nesses quase 365 dias, e um claro exemplo foram os 521 eventos que a Decathlon realizou, sem contar o Vital Sport (evento com mais de 30 modalidades esportivas que reuniu milhares de pessoas em 2 dias).

Vital Sport na Decathlon / foto: Bruno Kalach/AgendaSorocaba

Mas, para poder citar tudo que aconteceu em nossa cidade, o texto se transformaria num livro, por isso decidi correr o risco de esquecer alguns resultados ao resumí-lo.

Aproveito para de forma antecipada me desculpar se esqueci de alguém e também para pedir uma ajuda: se sentiu falta de algum representante do esporte sorocabano neste texto, por favor, escrevam nos comentários lá embaixo.

Sem mais delongas, vamos a resumo da Retrospectiva do Esporte de Sorocaba em 2017:

SECRETARIA DE ESPORTES (SEMES)

agenda-sorocaba-blog--centros-esportivos---foto-divulgacao

Centro Esportivo Francisco Lisboa / foto: Zaqueu Proença

Muito do que se é feito numa cidade tem como responsabilidade o atual governo, e no esporte não seria diferente através da Secretaria de Esportes, mas, este foi um ano bem atípico para a SEMES que chegou a ter 3 secretários ao longo do ano, motivado por conta do período de cassação do prefeito Crespo.

Simei Lamarca é um esportista reconhecido na cidade e é o atual secretário, que por sinal, conseguiu trazer credibilidade para a SEMES que, diferente de 2016 quando houve um corte nos eventos por conta da redução de gastos, em 2017 conseguiu realizar todos os eventos de responsabilidade da Secretaria.

Assim, aconteceu na cidade a 58ª Edição do Cruzeirão, todas as divisões do futebol adulto amador de Sorocaba (seja na categoria principal ou na categoria veterano), Jogos Escolares (que além das categorias mirim e infantil tiveram também competições para cadeirantes e paratletas), Taça Brigadeiro Tobias (campeonato de futebol de campo amador sub-18), Cruzeirinho (incluindo crianças a partir dos 8 anos) e até os Jogos Regionais.

Por sinal, são nesses jogos “entre cidades” que Sorocaba se destacou ao ser campeão do JORI (Jogos Regionais do Idoso) e 6º colocado nos Jogos Abertos do Interior (com uma delegação de 516 pessoas).

Por fim, a SEMES conseguiu revitalizar e estender o horário de abertura dos Centros Esportivos, tal como mudou sua sede de endereço (foi para o Palacete Scarpa) com o intuito de economizar aluguel para os cofres públicos.

AUTOMOBILISMO

Sorocaba continua a influenciar o automobilismo brasileiro, a começar pela família Fogaça (Djalma e Fabinho) que, ao longo deste ano ajudaram na fundação da Copa Truck, se tornando já a principal categoria de corrida de caminhões do Brasil.

Já o Atila Abreu, correndo novamente na principal categoria de carros de turismo do Brasil, Stock Car, conseguiu ter um bom ano, terminando a competição em 4º lugar no geral, tendo vencido por 2 vezes uma corrida.

E saindo um pouco do âmbito profissional, a FACENS (Faculdade de Engenharia de Sorocaba), através do LINCE (Laboratório de Inovação e Competições de Engenharia), foi vice-campeã brasileira universitária na Fórmula Elétrico (equipe B’Energy) e top-15 mundial na Fórmula Combustão (equipe V8). É uma mescla de bons resultados na engenharia, educação e no esporte sorocabano.

ARTES MARCIAIS

As artes marciais, possivelmente podem ser a vertente esportiva de maior sucesso de Sorocaba, são inúmeros os atletas e equipes que alcançaram o sucesso neste ano de 2017, a começar pelo boxe, que representou muito bem a cidade na Taça Lisoboxe, Jogos Regionais e Jogos Abertos do Interior.

Ainda falando do boxe, em abril, Sorocaba recebeu a 2ª Edição do Boxing for You, onde os boxeadores sorocabanos Marcos Lolata, Fabio Maldonado, Leandro Rufino e Paulo Soares lutaram e saíram com a vitória. Rufino (peso pesado) e Soares (superpena) levaram o cinturão do Conselho Nacional de Boxe (CNB ) em suas categorias.

Já o kickboxing tem no Felipe Micheletti o maior representante da modalidade, não só da cidade, mas do Brasil. Mesmo tendo iniciado o ano com um revés na China, Felipe se recuperou e manteve o seu cinturão do WGP e encerrou o ano com uma vitória na China.

E no judô, ano após ano, o sucesso se repete, principalmente com o Vlamir Ferreira Dias, que foi campeão mundial de judô, na categoria 40/44 anos até 66 quilos. Outro atleta a representar o judô sorocabano internacionalmente é uma menina de 13 anos, Anna Julia, que foi vice-campeã brasileira e vice-campeã do Sul-Americano da categoria no Peru.

ATLETAS SOROCABANOS

Atleta Priscilla Stevaux / Craig Dutton/CBC

Há também diversos sorocabanos “realizando voo solo” e representando a nossa cidade pelo Brasil e pelo mundo afora.

No vôlei, a atleta Bia, do Nestlé/Osasco e da seleção brasileira, foi eleita a melhor Central do Grand Prix de Vôlei. Já o libero Guilherme Gentil, foi contratado para atuar no Benfica (Portugal).

Num dos esportes que mais crescem no Brasil, o fisiculturismo, o destaque vai para a atleta Rafaela Brandão, que neste ano foi campeã brasileira e 4ª colocada no Mundial pela categoria bikini.

Já a atleta Regina Rodrigues Bonfim, se classificou para as finais do Campeonato Brasileiro de Xadrez deste ano (mas que só acontecerá em 2018). Ela já pode se considerar top-10 do Brasil em 2017.

E no BMX, por mais que nos Jogos Regionais e Jogos Abertos ela não represente Sorocaba, a Priscilla Steveaux levou o nome de nossa cidade pelos quatro cantos do mundo ao alcançar neste ano o 2º lugar no Campeonato Brasileiro e 9º lugar geral no Mundial da categoria.

CLUBES PROFISSIONAIS

agenda-sorocaba-blog---magnus-futsal---foto-divulgacao

Jogo da Magnus Futsal na Arena Sorocaba / foto: divulgação

Se a Liga Sorocabana de Basquete (que venceu os Jogos Regionais) e a Magnus (que venceu a Liga Paulista de Futsal) tiveram um ano um pouco a baixo do esperado, o mesmo não se pode dizer do Esporte Clube São Bento.

O time centenário até teve um susto no começo de 2017 ao quase cair para a 2ª divisão do Campeonato Paulista, mas, encerrou o ano no ápice ao conquistar o acesso para a 2ª divisão do Campeonato Brasileiro. Vida longa ao São Bento!

EVENTOS

agenda-sorocaba-blog---maratona-sorocaba--foto-divulgacao

1ª Maratona de Sorocaba / foto: divulgação

Posso afirmar que 2017 foi o ano dos eventos em Sorocaba.

Já citei diversos deles a cima no texto, mas, também gostaria de destacar as atividades esportivas realizadas pelo SESC, o Sul-Americano de Padbol, a 1ª Maratona da história da cidade (realizada em parceria com o Hospital Evangélico), o campeonato brasileiro Cheer & Dance (campeonato de cheerleading) e o Jogo das Estrelas (organizado pelo craque Falcão, que levou cerca de 10 mil pessoas ao CIC e arrecadou 22 mil litros de leite).

E-SPORT

Apesar de muitos dizerem que não, os esportes eletrônicos (e-sport) são sim um esporte, e seu crescimento no Brasil e no Mundo foi notável neste ano de 2017, e, em Sorocaba não foi diferente.

Neste ano houve a criação da Arena Voto Games (primeiro espaço destinado para a pratica do e-sport na cidade) e as atléticas da UNESP Sorocaba e UFSCAR Sorocaba alcançaram resultados expressivos no Torneio Universitário de e-Sports (TUeS) através dos jogos League of Legends (LoL) e Clash Royale.

LUIZ PAGLIATO

Gostaria de encerrar esse texto agradecendo ao Luiz Pagliato, que nos deixou em fevereiro deste ano.

Luiz foi um dos fundadores da Minercal, empresa que patrocinou o super time feminino de basquete entre os anos 1980 e 1990 que trouxe, entre outras jogadoras, Hortência para jogar por Sorocaba.

Eu não o conheci, mas devo um muito obrigado a ele, que com certeza é um dos grandes nomes do esporte sorocabano.

Que sempre busquemos preservar a nossa história e os nomes de quem a construiu.

Felipe Carvajal

Sorocabano, educador e empreendedor. Graduado em Administração, especialista em Gestão Esportiva e Vice-Presidente do Conselho do E. C. São Bento. O objetivo de vida? Tornar Sorocaba numa referência esportiva.

instagram

Posts relacionados

Twitter
Facebook
WhatsApp