É Campeão! #Oscar2014

05/03/2014

Olá jovens!

Acabou o Carnaval, rapaziada. Agora o Brasil começa a funcionar. Já gritaram “é campeão!” na avenida. Lá no Oscar também. No domingo, dia 2 de Março, foram entregues os prêmios lá em Hollywood. A cerimônia, apresentada pela Ellen DeGeneres foi bem engraçadinha e teve de tudo. Entrega de pizza pros convidados, Jennifer Lawrence caindo no tapete vermelho (de novo) e a famosa selfie dos famosos – merchan da Samsung. Teve também uma lembrança da Academia ao falecido cineasta Eduardo Coutinho, grande documentarista brasileiro, quando mostravam figuras da sétima arte que foram embora. Fofocas e vestidos de luxo à parte, os premiados foram os esperados, com destaque para Gravidade, que levou 7 estatuetas, e 12 Anos de Escravidão, levando o Oscar de Melhor Filme.

O grande perdedor da noite, foi Trapaça. O filme de David Russel, com Christian Bale, Jennifer Lawrence e cia, tinha 10 indicações, mas acabou saindo de mãos vazias. Nebraska, que é um filme lindo – deve estrear em breve no Brasil – também não foi valorizado e ficou sem prêmios. Ela, o meu preferido entre os 9 indicados, levou com muita justiça a estatueta de Melhor Roteiro Original. O prêmio também consagrou o grande trabalho feito em Clube de Compras Dallas. A dupla Matthew McConaughey e Jared Leto – que fez um discurso emocionado dedicado a sua mãe e às vitimas da AIDS – levou merecidamente os troféus de Melhor Ator, e Melhor Ator Coadjuvante, respectivamente. Pra coroar de vez, a maquiagem que tinha verba de 250 dólares, como eu comentei na crítica do filme, levou o prêmio de Melhor Maquiagem. Cate Blanchett, poderosa Blue Jasmine, mais uma vez superou Sandra Bullock, como em quase todos os outros prêmios, e foi eleita Melhor Atriz. DiCaprio, mais uma vez, ficou sem o prêmio.

oscar leo dicaprio

A grande disputa da noite, acabou sendo entre Gravidade e 12 Anos de Escravidão. Completamente diferentes entre si, desde o tema até o modo como foram feitos, incomparáveis, coube aos dois filmes os papéis de protagonistas na cerimônia. Como esperado, Gravidade, de primor técnico único, abocanhou todos os prêmios técnicos, incluindo Melhor Edição, Melhor Trilha Sonora, Melhores Edição e Mixagem de Som, Melhor Fotografia, Melhores Efeitos Visuais e Alfonso Cuarón, que revolucionou a maneira de fazer um filme levou o mais que merecido Oscar de Melhor Diretor. Para 12 Anos de Escravidão, restou a glória de ser eleito o Melhor Filme do ano de 2013. Das 9 nomeações, saíram vencedores também Lupita Nyong’o, como Melhor Atriz Coajuvante e obra de John Ridley foi premiada como Melhor Roteiro Adaptado.

No dia seguinte à premiação, assisti ao 12 Anos de Escravidão, ainda sem previsão de estreia em Sorocaba. É tudo o que se espera de um filme sobre a escravidão. Cenas de muito sofrimento, trilha sonora melancólica, atuações poderosas, e muitas lágrimas, especialmente de Chiwetel Ejiofor, que representa o homem negro que era livre, e foi capturado e vendido como escravo. Com toda sua beleza fotográfica e um figurino impecável, o mergulho na realidade absurda da escravidão sulista dos Estados Unidos foi um choque para a audiência e os críticos da terra do tio Sam. No fim das contas, 12 Anos é bastante óbvio. Não apresenta nada de novo, ou uma grande reviravolta. 12 Anos não é o melhor filme entre os 9, mas cumpre bem o seu papel. Steve McQueen cutucou uma ferida antiga. Acredito que a escolha da Academia foi mais política do que técnica. Cinema nada mais é do que a sensação que o filme provoca na audiência. E isso não se discute. O que se discute, é o critério adotado. Se seguisse os critérios técnicos ao pé da letra, Gravidade teria levado o prêmio. Ainda no elenco, está um dos meus atores favoritos, Michael Fassbender, como o fazendeiro malvado e abusivo. Steve McQueen e Fassbender trabalharam juntos em Shame. Minha dica? Veja Shame.

A lista completa de vencedores, está aqui.

E para os fãs de animação, o vencedor de Melhor Curta na categoria, o peculiar Mr. Hublot, está disponível no YouTube.

https://www.youtube.com/watch?v=w3WWTSgB6pU

Até a próxima.

ir para o topo

Enviar