praca-da-biodiversidade
Foto: Cláudio de Castro

Iniciativa da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), a Praça da Biodiversidade é um espaço conceito no qual elementos da flora local e outras estruturas foram implantados, com o objetivo de possibilitar abrigo e alimentação para animais da região, particularmente de pássaros, funcionando como um refúgio da biodiversidade. A implantação da praça integra os projetos prioritários do Programa “Sorocaba a Cidade da Biodiversidade”, que visa fomentar medidas ousadas e inovadoras com relação à biodiversidade, com vista a assegurar os serviços dos ecossistemas existentes na cidade.

A Praça da Biodiversidade foi planejada para ser um local com condições para abrigar árvores e plantas, além de insetos e pequenos animais, principalmente os pássaros, seja para moradia, alimentação e até mesmo para a proteção, reunindo o maior número possível da biodiversidade existente na área urbana de Sorocaba. No local já foram vistos irerê, quero-quero, pererecas, sapos, libélulas, carcará, anu-branco, anu-preto, capivaras, entre outros animais.

No novo espaço a população tem a oportunidade de conferir os dois biomas existentes na cidade – Mata Atlântica e Cerrado – e conhecer um pouco mais da flora e da fauna que habitam Sorocaba. Para isso, foram plantadas 1.100 árvores de espécies nativas no local, como sibipiruna, jequitibá, quaresmeira e jerivá (exemplares da Mata Atlântica), e cambará, jatobá, ipê-amarelo, ipê-branco, angico-do-cerrado e barbatimão (representando o Cerrado). Além disso, o entorno da Praça da Biodiversidade ganhou outras 300 árvores nativas.

A Praça da Biodiversidade também tem um brejo – ambiente aquático existente na região de Sorocaba – no qual foram plantadas diversas taboas. Outro atrativo são os jardins nativos para abelhas espalhados pela praça e nos quais foram colocados arbustos, pequenas árvores e herbáceas, que servem como puleiros e moradia de insetos, principalmente abelhas. O espaço também ganhou cerca de 50 ninhos de cerâmicas produzidos especialmente pelo oleiro sorocabano Michel da Cunha.

Além disso, a Praça da Biodiversidade conta com calçada acessível, ciclovia, paraciclo e iluminação com lâmpadas de tecnologia Diodo Emissor de Luz (LED).