Exposição de discos raros acontece em Itu

Cultural
21 jan 2016

Exemplares raros tomam conta da mostra - Foto: Renata Guarnieri/Prefeitura Itu

Ah, o disco de vinil! O que para uns tem um ar de nostalgia, de um objeto que existiu no passado, para muitos se trata de paixão.

E sim ele continua presente entre nós, cada vez mais. Para resgatar esse sentimento, principalmente aos mais novos que já nasceram com a musical totalmente inserida no mundo digital, a Prefeitura de Itu, por meio da Secretaria de Cultura, na Casa da Praça, traz pra a cidade a exposição “Discoteca e Hemeroteca Newton Costa – Sons e imagens da memória”, com um acervo cheio de raridades e a procura de novos interessados.

O acervo desta exposição se deu através do falecido Newton Costa, que antes de fazer a sua passagem, em 1972, doou para a prefeitura a sua coleção com mais de 8000 discos. O jornalista era um desses loucos (como nós) que dá uma importância gigantesca para a música ao ponto de passar todo o seu tesouro, que hoje deve valer uma bela grana, aos órgãos públicos de Itu.

Disco ilustrado - Foto: Renata Guarnieri/Prefeitura Itu

Disco ilustrado – Foto: Renata Guarnieri/Prefeitura Itu

Diante dos discos, que passaram a se torna patrimônio histórico da cidade, uma exposição foi organizada e trouxe de volta a possibilidades daquelas raridades que estavam guardadas terem o seu momento de brilho mais uma vez.
Entre os “achados” da coleção estão alguns dos discos mais antigos, como um deles de 60 rotações datado de 1900, outro com a gravação da Corporação Musical União dos Artistas (tradicional banda de Itu), e um que vai mais além, da Música da Corte Brasileira, com a abertura da ópera “A louca” de Elias Álvares Lobo, um dos primeiros registros da música clássica produzido no Brasil, além de um raríssimo de 78 rotações com ilustrações dos dois lados. Encontre obras que vão desde os clássicos às músicas populares.

A exposição ficará aberta até o dia 05 de fevereiro, de terça a sábado, das 9h às 16h e tem entrada gratuita. A Casa da Praça fica na Praça Padre Miguel (Matriz), 56, Centro – Itu/SP.

É tão bom ver essa importância aos discos de vinil novamente. Todo o chame que ele trás e a imponência na hora de ouvir são indiscutíveis. Mesmo com o encerramento da produção no ano 2000 e todo o desinteresse do público que estava encarando uma nova fase da produção digital, o vinil voltou com força de uns tempos pra cá, principalmente pela iniciativa de alguns DJ’s, que queriam algumas obras mais recentes para tocar em suas pick-ups e incentivaram a produção.

Hoje colecionadores mais jovens não param de surgir e muitos DJ’s estão largando mão de trabalhar com computadores para colocarem a mão na massa, reflexo disso você pode encontrar em alguns bares de São Paulo e também no interior, como Sorocaba.

Vida longa ao bolachão!

linha

Exposição “Discoteca e Hemeroteca Newton Costa – Sons e imagens da memória”
Aberta a visitação até 05 de fevereiro de 2016, de terça a domingo, das 09h às 16h
Local: Casa da Praça – Praça Padre Miguel (Matriz), 56, Centro – Itu/SP
Entrada gratuita
Mais informações: itu.sp.gov.br

Caio Saviolo

Formado em Jornalismo, tentou ir para longe, mas o destino o fez voltar para Sorocaba. Agora está na missão de disseminar aquilo que mais gosta, cultura e projetos sociais. É organizador da Budah Groove.

Posts relacionados

Twitter
Facebook
WhatsApp